IGAE detecta 10 empresas ilegais na Boa Vista

A Inspecção Geral das Actividades Económicas (IGAE) detectou na ilha da Boa Vista, 10 empresas a funcionar de modo ilegal. 

Essa detecção e autuação foi feita no âmbito da operação “Dunas” realizado durante os dias 17 e 23 deste mês a mais de 30 empresas. Das empresas ilegais, segundo a mesma nota, quatro são do sector industrial, três comercial grossista, e mais três comercial retalhista.

Ainda no decurso desta operação, foram autuadas mais oito empresas por apresentarem infracções variadas, nomeadamente exposição para venda de produtos fora de prazo de validade, em cerca de 20 mil escudos, falta de livro de reclamações, falta de cartão de sanidade e presença de pragas.

Essas empresas têm até 30 dias para legalizar a situação sob pena de encerramento e a multa aplicada pela infracção que pode ir até 1500 contos “sem prejuízo de processo fiscal”.

Apesar da autuação dessas empresas, nesta operação se verificou uma diminuição de cerca de 90 por cento (%) de produtos apreendidos, em comparação as acções inspectivas realizadas no ano passado.

 

A IGAE vem desenvolvendo acções inspectivas no comércio durante todo o ano e apela ainda à sociedade que esteja em estreita colaboração “via utilização da linha verde 800 2008, facebook ou ainda por email”, como forma de denunciarem irregularidades “que possam comprometer a sua segurança no consumo e as indisciplinas das actividades económicas”.